6 Maio, 2021

Hospital de Olhos Sadalla inaugura sua versão 4.0 em clínica inteligente com tecnologia de ponta


Hospital de Olhos Sadalla inaugura sua versão 4.0 em clínica inteligente com tecnologia de ponta

Referência no Brasil, o Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem, empresa do Grupo Opty, acaba de abrir as portas de sua unidade hi-tech em Joinville (SC). O novo espaço, denominado Sadalla.Smart, é uma clínica oftalmológica inteligente e conectada, na qual rotinas e processos são otimizados por meio de uso intensivo de tecnologia, proporcionando aos profissionais de saúde mais agilidade e assertividade, enquanto oferece aos pacientes uma experiência de atendimento diferenciada.

O local escolhido para abrigar a iniciativa da Opty não poderia ser mais propício. Joinville desponta como um segundo polo de inovação em Santa Catarina, ao lado da capital. A maior cidade de Santa Catarina ocupa o sétimo lugar entre os principais polos de tecnologia do Brasil com relação ao faturamento médio das empresas do setor, de acordo com a Acate – Associação Catarinense de Tecnologia. A clínica inteligente está localizada no Ágora.Health, espaço dedicado à saúde dentro do Perini Business Park, cujo planejamento de ocupação foi configurado para reunir agentes de todas as fases do ecossistema de inovação.

“Estamos muito empolgados com a inauguração da Sadalla.Smart, uma clínica como nenhuma outra do país. Nela o paciente será agente ativo de um modelo de atendimento focado em lhe oferecer a melhor experiência. E tudo isso apoiados pela tecnologia e inovação, incluindo o acesso a equipamentos únicos no Brasil, que estamos tendo a oportunidade de utilizar em primeira-mão”, afirma Amaury Guerrero, CEO da Opty. “Nosso grupo está completando apenas cinco anos de existência, mas, desde o começo, e com a visão de vanguarda de nossos associados como o Sadalla, não tínhamos dúvidas que a evolução e o sucesso do nosso negócio e do segmento passam pela tecnologia. Por isso contamos com um comitê de inovação e investimos em projetos como esse, que nos darão conhecimentos valiosos para replicarmos futuramente em nossas unidades pelo país”, complementa.

Tecnologia – No ambiente, os pacientes terão à disposição equipamentos e sistemas para exames de última geração, como refratores digitais de altíssima definição pioneiros no Brasil, softwares integradores e os mais modernos produtos hospitalares, a exemplo de pias que produzem água ozonizada (que elimina bactérias e vírus de superfície) para limpeza da clínica e bebedouros especiais.

“O movimento de transformação digital na saúde tem como meta colocar o usuário no centro, proporcionando uma experiência engajadora que o inspire a cuidar melhor de sua visão e saúde em geral. E o ponto de partida é conhecer o paciente, redesenhar, construir e otimizar processos clínicos centrados na jornada dele dentro do ecossistema de saúde”, comenta o médico oftalmologista Renan Oliveira, head de Inovação do Grupo Opty.

Inteligência artificial, telemedicina e outras tendências – Na Sadalla.Smart, um paciente com diabetes, por exemplo, pode não somente cuidar da saúde ocular, prevenindo ou acompanhando uma possível retinopatia diabética, como também, via telemedicina, realizar consultas com médicos parceiros, como endocrinologistas, nutrólogos e cardiologistas, podendo assim ser assistido de um modo mais abrangente e que leve em consideração todas as suas necessidades e particularidades. Na clínica, há uma sala especialmente para a realização das teleconsultas.

Por outro lado, um dos obstáculos mais corriqueiros e desafiadores no mercado de saúde é a fragmentação dos dados e dos serviços, com informações dos pacientes espalhadas em diferentes empresas (hospitais, clínicas, laboratórios, consultórios). “A falta dessa conexão resulta em um sistema de saúde segmentado e ineficiente. Por isso a necessidade de desenhar uma jornada melhor para o paciente, de conectar as especialidades e fazer com que os médicos tenham uma visão mais ampla de todo o histórico e das condições em que ele se encontra”, explica Dr. Renan.

Já o fluxo na clínica está sendo pensado em todos os seus detalhes. “A tecnologia também pode ajudar a tornar a jornada do paciente mais humanizada. Teremos monitores para mostrar detalhadamente os exames ao paciente e criar uma experiência de aprendizado. E ao final do atendimento, o ele será convidado a expressar sua opinião, também sendo designer desse processo em construção de como melhor atendê-lo”, conta Dr. Renan.

“O Sadalla Smart – ao lado das demais organizações abrigadas no Ágora.Health, que incluem entidades de fomento, incubadoras, startups e empresas multidisciplinares em um verdadeiro ecossistema de inovação a serviço da saúde – tem o objetivo de modelar um sistema de atendimento transformador e integrado, com foco na promoção da saúde, prevenção de doenças, maior eficácia no tratamento e maior qualidade de vida ao paciente”, completa o médico.

Em busca de novos parceiros, a Sadalla.Smart já nasce com o apoio da Essilor International, Johnson & Johnson, Phillips, Bayer e Allergan.



Agendar Consulta